Por: Ana Luiza Souza Mazzari*

O Veneno e o Antídoto, documentário do ano de 2007, dirigido por Estevão Ciavatta e produzido pela Pindorama Filmes, relata a realidade de moradores dos grandes centros urbanos e de áreas rurais da Colômbia. Seu enfoque está em mostrar como esse país reduziu consideravelmente – prazo relativamente curto – em suas duas principais cidades, Bogotá e Medelín, o número de homicídios e se tornou o país exemplo. Entretanto durante a filmagem, novas vertentes foram sendo descobertas, principalmente o fato de a paz estar estabelecida nas duas maiores cidades, mas não nas áreas mais afastadas dos grandes centros urbanos.

Logo no início, são mostrados os moradores locais da maior comunidade de Medelín, a Comuna 13 e o Secretário da Segurança Hugo Acero que relata como foi possível reestabelecer a paz nessa região antes dominada pelas milícias. Nessa época de retomada do controle, a polícia da Colômbia estava desacreditada, somente cerca de 17% da população confiava nela. Essa comunidade estava totalmente dominada pelas milícias e em uma estratégia, durante mais de vinte dias, dia e noite, a polícia de Medelín conseguiu ocupar a comunidade. Ressalta-se que houve um alto número de mortes de civis e muitos policiais foram acusados de agirem fora da lei.

No mesmo período houve um crescimento considerável do narcotráfico no país, pois os traficantes começaram a enriquecer, e para se proteger, grupos ilegais foram surgindo, os denominados paramilitares, que nada mais são do que associações civis armadas.

Ao longo do documentário o telespectador vai percebendo uma realidade de violência física e psicológica vivida por muitos colombianos, principalmente, os do interior. Mesmo tendo combatido o mal nas grandes cidades, ele não foi completamente disseminado do país. Assim, a obra é uma boa pedida para tentar compreender experiências de paz em meio a conflitos.

*Aluna do 4º semestre do curso de Jornalismo e monitora do Núcleo de Estudos Étnicos-Raciais (NERA)

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.